Cirurgia da Orelha

otoplastia (cirurgia das orelhas) melhora a forma da orelha ao corrigir o abano, além de poder refazer as curvas e os contornos de uma orelha normal. O objetivo é minimizar a aparência das popularmente chamadas “orelhas em abano”, que é um defeito congênito, de herança familiar, geralmente bilateral.Uma de suas alterações mais marcante é caracterizada pelo aumento do ângulo entre a orelha e a cabeça.

A cirurgia é indicada para alcançar a harmonia entre os traços faciais e, assim, melhorar a autoconfiança de adultos e crianças com orelhas excessivamente grandes, deformadas ou projetadas. Pode ser realizada em qualquer idade. Recomenda-se a realização da cirurgia em torno do período pré-escolar (5 a 7 anos), em decorrência dos eventuais traumas psicológicos que muitas crianças são vítimas nessa idade.

A cirurgia –

A incisão é feita no sulco atrás da orelha. A “rotação” da orelha é feita através da ressecção de um fragmento da cartilagem da concha da orelha de maneira que fique imperceptível. Em seguida, criam-se dobras cartilaginosas através do enfraquecimento da cartilagem e da sua moldagem com pontos internos para garantir a cicatrização da cartilagem na posição correta, sempre com o intuito de criar uma aparência natural.

Anestesia: Adultos – Local e Sedação

Crianças – Anestesia Geral

 

Pós-operatório – 

Repouso de dois a três dias, mantendo a cabeça sempre elevada. O curativo após o final da cirurgia e feito em forma de capacete que deverá ser retirado no dia seguinte.
Durante um mês o paciente deverá utilizar uma faixa elástica por cima das orelhas
Devido à delicadeza da cartilagem e às numerosas curvas existentes, o resultado final pode ser analisado somente após a reabsorção total do inchaço, que ocorre normalmente após três meses.

A volta ao trabalho/escola costuma ocorrer em uma semana, mas você poderá realizar atividades leves já no dia seguinte à cirurgia. As atividades físicas podem ser retomadas após um mês.

(Visited 82 times, 1 visits today)