Gluteoplastia

A região glútea é um componente importante da harmonia corporal da mulher, principalmente no padrão estético brasileiro. A gluteoplastia conquista cada vez mais espaço no Brasil, principalmente por causa do avanço das técnicas em cirurgia plástica e a evolução de próteses com formato que proporcionam resultados mais naturais.

As próteses de glúteo são usadas para aumento do volume nas nádegas e melhoria do seu contorno. Este procedimento pode ser realizado tanto em homens quanto em mulheres que desejem aumentar seus glúteos ou que apresentem flacidez importante, particularmente em casos onde há falta de gordura e dificuldade de desenvolver essa musculatura através dos exercícios físicos. Com a introdução do implante verifica-se mais precisamente aumento do contorno e da consistência na parte média e superior da região glútea.

Na hora de escolher o tamanho e formato da prótese, é importante respeitar a harmonia estética entre o volume ideal das nádegas e o tamanho do quadril, característica esta que deve ser preservada no planejamento da cirurgia.

 

A cirurgia –

Faz-se uma única incisão de 5cm vertical, discreta sobre a linha interglútea.
Os implantes de silicone são posicionados dentro do músculo glúteo máximo, pois neste espaço criado durante a cirurgia, existe uma cobertura adequada para protege-los e conferir aspecto natural.Existem diversos tamanhos e formas destes implantes. Eles são feitos em elastômero ou preenchidos com gel coesivo de silicone.

 

Pós-operatório –

É comum o paciente relatar sensação de desconforto devido a pressão e a presença da prótese mamária. Eventualmente, poderão ocorrer manifestações dolorosas, que facilmente cederão com os analgésicos recomendados em prescrição de pós operatório.

 

Tópicos Importantes – 

Manter repouso relativo na primeira semana.

Fazer troca diária do curativo, sempre lavando levemente a ferida operatória com água e sabonete antisséptico, secando-a e em seguida cobrindo-a com gaze e esparadrapo antialérgico.

 

  • Dormir ou descansar de bruços, para evitar o apoio diretamente nas nádegas;
  • Sentar-se com cuidado sempre tendo o cuidado de usar os braços para lentificar o movimento durante o ato de sentar;
  • Não dirigir por um período mínimo de três semanas;
  • Os retornos para a retirada de pontos e avaliação pós-operatória deverão ser agendadas previamente;
  • A retirada de pontos ocorre após 14 à 21 dias de acordo com a cicatrização individual;
  • Após três meses, poderão ser retomadas as atividades físicas habituais, como ginástica e natação;
  • A exposição ao sol com o intuito de bronzear somente será permitida após 30 dias, nunca sem usar bloqueador solar;
  • A vida sexual, com moderação, estará liberada após três semanas da cirurgia.
(Visited 369 times, 1 visits today)